Scroll Top

Arte e Cultura

Tarsila do Amaral, Pintora Brasileira, Vida e Obras, Pinturas Famosas

Arte e Cultura   Brasilfront

Tarsila do Amaral, Pintora Brasileira, Vida e Obras, Pinturas Famosas

Abaporu

A tela Abaporu, de 1928, foi assim descrita por sua autora, Tarsila do Amaral: ” era uma figura monstruosa, a cabecinha, o bracinho fino, aquelas  pernas compridas, enormes[…]. Eu quis dar um nome selvagem ao quadro e dei Abaporu”

Tarsila do Amaral nasceu no interior de São Paulo, no dia 1 de setembro de 1886, em Capivari. Seus pais José Estanislau do Amaral e sua mãe Lydia Dias de Aguiar do Amaral. Casou-se duas vezes e do primeiro casamento teve uma filha, Dulce.  Seu segundo marido foi o escritor Oswald de Andrade. Depois teve outros namorados, como o Médico Osório Cesar, e o escritor Luís Martins, mais de vinte anos mais novo que ela.  Tarsila do Amaral era de uma família rica, pais fazendeiros. Sua influência era muito grande e seus amigos também.

 Iniciou seus estudos sobre a arte e começou com escultura, com Zadig, passando a ter aulas de desenho e pintura no ateliê de Pedro Alexandrino em 1918, onde conheceu Anita Malfatti.  Em 1920, foi estudar em Paris, na Académie Julien e com Émile Renard. Ficou lá até junho de 1922.

Tarsila do Amaral pintou vários quadros famosos, como:  a tela ‘A Negra’ ; fez seu auto-retrato ‘Manteau Rouge’, de 1923;  quadros maravilhosos como ‘Carnaval em Madureira’, ‘Morro da Favela’, ‘EFCB’, ‘O Mamoeiro’, ‘São Paulo’, ‘O Pescador’, dentre outros.

 Tarsila fez sua primeira Exposição individual em Paris, em 1926, com uma crítica bem favorável. Ano em que ela casou-se com Oswald. Washington Luís, o Presidente do Brasil na época e Júlio Prestes, o Governador de São Paulo na época, foram os padrinhos deles. O quadro Abaporu, foi presente de aniversário para seu marido, Oswald.

Revidando com sarcasmo o primitivismo xenófobo da Anta, Oswald de Andrade, Tarsila do Amaral e Raul Bopp lançaram, em 1928, o mais radical de todos o movimentos do período: A Antropofagia  uma aglutinação cultural. Significava não negar a cultura estrangeira, mas também não a copiavam nem imitavam. Quadros da fase antropológica: ‘Sol Poente’, ‘A Lua’, ‘Cartão Postal’, ‘O Lago’, ‘Antropofagia’, etc. Nesta fase ela usou bichos e paisagens imaginárias, além das cores fortes.

 Sua carreira teve altos e baixos, sua família muito rica perdeu muito e ele teve que trabalhar. Tarsila participou da I Bienal de São Paulo em 1951, teve sala especial na VII Bienal de São Paulo, e participou da Bienal de Veneza em 1964. Em 1969, a mestra em história da arte e curadora Aracy Amaral realizou a Exposição, ‘Tarsila 50 anos de pintura’.    Sua filha faleceu antes dela, em 1966.      Tarsila faleceu em janeiro de 1973.

Confira alguns quadros famosos de Tarsila do Amaral

Operários

Negra

 O Pescador (1925), de tarsila do Amaral, mostra o interesse da arte brasileira dos  anos 1920 em captar os temas e o colorido da paisagem brasileira.

Fonte: Site oficial da Tarsila do Amaral e o Livro Português Linguagens, William Roberto Cereja, Thereza Cochar Magalhães

Você admira as obras de Tarsila do Amaral, Comente aqui no nosso Blog,    Brasilfront

Assuntos do Artigo:
  • pinturas famosas
  • tarsila do amaral
  • yhs-baixaki_br_solimba_01
  • pinturas famosas brasileira

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas (2 Votos, Média: 3,00 out of 5)
Loading...

Artigos Relacionados à Tarsila do Amaral, Pintora Brasileira, Vida e Obras, Pinturas Famosas!

3 Comentários

  1. giovana disse:

    eu achei muito interresante a historia de tarsila do amaral.
    as pinturas dela e muito linda ….

  2. ester disse:

    a historia dela é boa mais as pinturas não fazem meu estilo!

  3. raissa disse:

    tarsila foi uma grande pessoas

     

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: