Scroll Top

Músicas

Música Brasileira, Villa-Lobos a Pixinguinha, Eruditos e Populares MPB

Músicas  –   Brasilfront

Música Brasileira, Villa-Lobos a Pixinguinha, Eruditos e Populares, Indígenas e Africanos

Villa-Lobos – compositor brasileiro

No Brasil a música sempre esteve presente. Com uma enorme diversidade de ritmos, danças e cantos indígenas juntaram-se a forte tradição rítmica dos escravos africanos e a herança musical européia trazida pelos colonizadores. 

Desde a época do Brasil Colônia, os jesuítas usavam o Canto Gregoriano para persuadir e catequizar os indígenas, marcando uma das primeiras formas de mestiçagem cultural. Além disso, os povos que habitavam nossas terras traziam um grande repertório musical com vários instrumentos como Flautas, Reco Recos, Tambores entre outros de percussão.

Já durante o Ciclo do ouro a música sacra, vigente no estilo Barroco, foi importantíssima, com a participação de muitos mulatos e filhos de escravos, entre eles Lobo Mesquita, Marcos Coelho Neto, Inácio Pereira e Francisco Gomes da Rocha.

No século XVIII a Ópera-búfala fez sucesso e se difundiu pelos teatros do Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Porto Alegre e tantos outros.

Após a chegada da corte portuguesa ao país trouxe mais incentivo e influencias, começando a gerar um estilo próprio  brasileiro, como a Modinha e o lundu. Já no fim do Século XIX, surge o sucesso de Carlos Gomes autor de obras célebres como Fosca, Lo schiavo e O Guarani.

Escute a Composição de O Guarani – de Carlos Gomes:

http://www.youtube.com/watch?v=PTomUb3r1m0

Heitor Villa-Lobos (1887-1959) foi o maior compositor brasileiro, tocava violino, piano, participava dos Chorões no Rio de Janeiro – gênero que se difundia como cultura popular junto com os sambas – estudou orquestração, harmonia, composição e mais. Heitor conheceu a de perto o Folclore e culturas indígena, urbana e negra, valorizando também a natureza.

Clique para Ouvir Trenzinho Caipira de Heitor Villa Lobos:

Tivemos mais nomes da MPB – Música Popular Brasileira – como Noel Rosa, Chiquinha Gonzaga, Pixinguinha, Ari Barroso, que fizeram parte de uma geração do Samba e Chorinho, valorizavam a linguagem e temática popular. 

Já após a década de 60, surge o fenômeno da Bossa Nova com Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Edu Lobo, Carlos Lyra, e mais a frente Chico Buarque de Holanda e Caetano Veloso.

Assista a uma Gravação da Música Conversa de Botequim, de Noel Rosa, por Chico Buarque:

Esses nomes são cheios de significados e traduziram seu momento histórico, além da carga de subjetividade, e deixam um belo legado de poética e musicalidade.

Assuntos do Artigo:
  • cantores de musica classica brasileiros

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Música Brasileira, Villa-Lobos a Pixinguinha, Eruditos e Populares MPB!

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: