Scroll Top

Meio Ambiente e Sustentabilidade

Grandes Biomas Brasil, Ambiente e Preservação, Biodiversidade Planeta

Meio Ambiente e Sustentabilidade

Grandes Biomas Brasil, Ambiente e Preservação, Biodiversidade Planeta

Grandes Biomas do Brasil

 Hoje vamos falar dos grandes Biomas no Brasil, localização dos principais biomas no Brasil. Os Biomas terrestres estão sujeitos a variações de luminosidade, umidade, intensidade e direção dos ventos e temperaturas, as quais influenciam o tipo de vegetação e, consequentemente, as espécies de seres vivos que neles se desenvolvem.

 Campo ou Pampa – Acontece no Rio Grande do Sul, estendendo-se pela Argentina e Uruguai. A pluviosidade não é elevada; predominam as gramíneas, com florestas em galeria nas margens dos rios. Sofrem sério risco de erosão, provocada por pastoreio intenso e queimadas, comuns na região.

Mata de Araucária – Ocupa regiões de clima subtropical, em parte de Santa Catarina e do Paraná, em elevações no sul de Minas Gerais, em São Paulo e no Rio Grande do  Sul. A vegetação que destaca é a do pinheiro-do-paraná. Desenvolvem-se ainda samambaias, erva-mate e gramíneas, além da imbuia, do cedro e da canela.

Manguezais – São encontrados desde o Amapá até Santa Catarina, nos estuários de vários rios. Seu solo é  alagado e instável, rico em matéria orgânica e pouco oxigenado. Algumas plantas possuem raízes respiratórias e outras raízes de escora. São locais de reprodução de diversas espécies marinhas, já muito afetados pela ocupação humana.

Cerrados – Correspondem a 25% de todo o território nacional, situados na parte central do Brasil, em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Minas Gerais e parte de São Paulo. Sua precipitação pluviométrica está em torno de 1.500 mm anuais; o solo é pobre em nutrientes e rico em alumínio. A vegetação inclui, principalmente, gramíneas, arbustos e árvores de troncos retorcidos, esparsamente distribuídas. Encontram-se áreas de florestas mais fechada junto aos rios (matas ciliares ou galerias). A fauna inclui a ema, a anta, o lobo-guará, o tamanduá,  a paca, saúvas e cupins.

 Floresta Amazônica (ou hiléia) –  Floresta pluvial tropical que corresponde a 40% do território brasileiro, com pluviosidade e temperatura elevadas, condições que favorecem a diversidade da vida.

A floresta Amazônica apresenta três tipos de vegetação: matas de terra firme, matas de várzea e matas de igapós. As matas de terra firme não são alagadas e sua vegetação é densa. Existem outros extratos, como arbustos, lianas e epífitas. A região junto ao solo é bastante úmida e quente, sem vegetação exuberante. São encontrados o mogno, a castanheira-do-pará, palmeiras e o guaraná. Entre os animais destacam-se onças, primatas, preguiças, aves e insetos. Os igapós são áreas permanentemente alagadas. As árvores chegam a atingir 50 metros, algumas com raízes de escora ou raízes respiratórias. A vitória-régia é encontrada em rios, igapós e lagoas.

Mata Atlântica – Trata-se de uma floresta pluvial costeira, bastante densa e com uma das  maiores biodiversidade do planeta. Seu interior recebe pouca luz. São encontrados arbustos, epífitas e lianas, destacando-se árvores como  ipê, a canela, o jacarandá, o manacá, a quaresmeira e esparsos representantes de pau-brasil. A fauna é bastante rica, incluindo lagartos, jabutis, serpentes, gambás, primatas e insetos.

Caatinga – Ocupa grande parte do Nordeste. As temperaturas elevadas, a umidade do ar e a  pluviosidade são baixas; as chuvas ocorrem no inverno e podem acontecer prolongados períodos de seca. O solo é relativamente fértil, porém superficial, não armazenando água. Os rios são intermitentes: caudalosos nas estações chuvosas e desaparecem na estação seca. Com áreas de desertificação no Ceará, na Bahia e no Rio Grande do Norte. O solo seco resulta em vegetação esparsa. Algumas plantas, como a barriguda, o xiquexique e o mandacaru, tem tecidos armazenadores de água. As plantas mais encontradas são a aroeira, o juazeiro, o umbuzeiro e o pau-ferro; entre os animais encontram-se serpentes, lagartos, tatupebas, asas-brancas, preás e gambás.

Mata dos Cocais – Localizada entre a Floresta Amazônica e a Caatinga, no Piauí e no Maranhão, com algumas áreas no Ceará e no Rio Grande do Norte. As palmeiras mais abundantes são o babaçu e a carnaúba, ainda são encontrados o buriti e a oiticica.

Pantanal Mato-Grossense –  Ocupa boa parte do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul, estende-se até o Paraguai e a Bolívia e é cortado por rios da Bacia do Rio Paraguai. Há duas estações bem definidas: a chuvosa, de outubro a março, e a seca, de abril a setembro. Existem terras mais altas, com formações vegetais diversas, como campos, cerrados, caatinga e florestas. A fauna é diversificada, incluindo vários tipos de peixes, répteis, aves e mamíferos.

Fonte:  Volume Único  Biologia  – José Arnaldo Favaretto  – Clarinda Mercadante  –  Editora Moderna

Gostou de conhecer um pouco dos Grandes Biomas Brasil, Ambiente e Preservação, e a Biodiversidade Planeta, Comente aqui no nosso Blog, Brasilfront

Assuntos do Artigo:
  • biomas brasileiros
  • biomas brasileiros amazonia

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Grandes Biomas Brasil, Ambiente e Preservação, Biodiversidade Planeta!

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: