Scroll Top

Educação e Reflexão

Estimulação Multissensorial,Importância Estímulos Sensoriais, Sistemas

Educação e Reflexão no Brasilfront

Estimulação Multissensorial, Importância dos Estímulos Sensoriais, e os Sistemas

Hoje vamos falar sobre a importância da Estimulação Multissensorial para as crianças desde muito pequeninas. Para que a criança se desenvolva plenamente seu cérebro a estimulação sensório perceptivo motora é de grande valia no processo de aquisição de competências indispensáveis nas aprendizagens escolares…

Colocar a criança diante de situações que propiciem o contato com o mundo das sensações, levando-a para uma captação ativa do seu meio, transformando experiência em aprendizagem e, esta em inteligência, são condições fundamentais para o desenvolvimento e aquisição de conhecimento da criança.

Os estímulos sensoriais são: visual; gustativo; olfativo; auditivo; tátil; proprioceptivo e vestibular

Segundo Gonçalves apud Fonseca, 1993, p.89   … A criança  deve viver o seu corpo por meio de uma motricidade não condicionada, em que os grandes grupos musculares participem e preparem os pequenos músculos responsáveis por tarefas mais precisas e ajustadas. Antes de pegar em um lápis, a criança já deve ter, em termos históricos, uma grande utilização da sua mão em contato com inúmeros objetos.

Ainda segundo Gonçalves, p.67, 68. … É o sentido que nos permite reconhecer os gostos de substâncias colocadas sobre a língua. Nesta estão localizadas as papilas gustativas, que são estruturas compostas por células sensoriais que transmitem ao cérebro informações que permitem identificar os gostos básicos: o amargo, o azedo, o salgado e o doce. Esta percepção também é capaz de evocar lembranças e recordações de experiências passadas, diferenciando as prazerosas das não prazerosas.

Com relação a estimulação do sistema gustativo existem inúmeras atividades e  dinâmicas que podem  ser feitas e assim trabalhar o sistema gustativo. Um exemplo disso, pode ser a degustação de um alimento. Como reconhecer o alimento através do paladar; discriminar sabores; identificar diferentes sabores etc

Sistema Olfativo – está associado a situações de prazer e desprazer, e até mesmo as condições de sobrevivência, considerado um meio de aprendizagem simbólica. Com relação a odores, o nariz é o principal órgão receptor dos estímulos olfativos.

Estimulação do sistema olfativo – pode ser desenvolvida de diversas maneiras, também com dinâmicas e atividades interessante para as crianças, exemplo disso: conhecer diferentes aromas; relacionar os cheiros iguais etc

O Que é Sistema Proprioceptivo?!

É a capacidade em reconhecer a localização espacial do corpo, a força exercida pelos músculos e a posição de cada parte do corpo em relação as demais.  Esse controle é mantido pela presença de estruturas neurais nas articulações, ligamentos e músculos.

Estes  recebem e enviam para o sistema nervoso central informações sobre tensões, pressões ou distensões nas partes do corpo, para que o cérebro decida como reagir para a manutenção do equilíbrio, nos dando a possibilidade  de regular nossos movimentos, ampliando sensações e percepções corporais.

Saiba Como fazer a estimulação do Sistema Proprioceptivo:  Através de dinâmicas e atividades para explorar o próprio corpo em suas habilidades físicas e motoras. Brincadeiras como no parque, escorregador, balanços; deslocar-se em direção a objetos ou pessoas desejadas; explorar e realizar com destreza progressiva os movimentos refinados; demonstrar controle sobre o corpo em movimento; utilizar a força e demonstrar resistência em brincadeiras que envolvam: subir, descer, pendurar, empurrar e puxar, entre outras atividades…

”O gosto que a criança toma pelas coisas pode avaliar-se pelo desejo e pelo poder que tem de as manejar, de as modificar, de as transformar” .   Henry Wallon

O Que é sistema Vestibular?!

Os receptores do sistema vestibular estão localizados no labirinto, órgão do ouvido interno, e são estimulados por movimentos da cabeça, informando a posição da mesma em relação a gravidade, ao espaço. Subir, descer, escorregar, girar, rodar, balançar… são movimentos que estimulam os receptores vestibulares. Momo, 2007, p.12.

Como fazer a estimulação vestibular?!

Com dinâmicas e atividades que possibilitem as crianças desenvolver o controle sobre o corpo e pode ser feita assim: um exemplo de atividade… sugerir que a criança desloque no espaço demonstrando equilíbrio e atenção ao andar sobre a corda; Realizar movimentos que envolvam correr, subir, descer, escorregar, pular, pendurar-se, equilibrar-se…

Sistema Auditivo – o sistema auditivo é um canal importante de aprendizagem, pois é por meio dele que se recebe uma infinidade de sons, principalmente das vozes humanas, reagindo a elas e discriminando-as, este aspecto é fundamental para o reconhecimento do mundo.

Saiba como fazer a estimulação do sistema auditivo… Através de atividades e dinâmicas que desenvolvam a audição apurada e sensível. Um exemplo disso: identificação da voz do amigo; utilizar CDs com orquestras para identificar cada som produzido; orientar-se pela presença do som; escutar e identificar sons da cultura; andar conforme o ritmo da música etc

Sistema Visual – este canal sensorial, composto principalmente pelos olhos, constitui-se no mais eficiente, veloz, preciso e perfeito canalizador de informações do qual dispõem o ser humano.  A  percepção visual é a via de relação entre o indivíduo e seu ambiente.

É a capacidade de receber as impressões sensoriais captadas do mundo exterior e do próprio corpo e discriminá-las, selecioná-las e identificá-las, relacionando-as com as experiências anteriores ou similares, e reconhecendo-as.

Por meio da estimulação visual, a criança vai conhecendo o mundo dos objetos e das pessoas, criando-o através das imagens.

Dicas de  como fazer a estimulação visual… Com dinâmicas e atividades que geram curiosidades e interessantes. Exemplo disso: Atividade com caixas surpresas; Dominó das cores para relacionar cores iguais ou identificar a forma e a posição das figuras; Brincadeiras com o espelho; Explorar e utilizar os movimentos que exijam coordenação viso manual: como: brincar de lançar e encaixar bambolês nos tambores; acertar o alvo  etc

Sistema Tátil –

”Os receptores da sistema tátil estão localizados na pele e fornecem dados para defesa e discriminação, que informam para o Sistema Nervoso Central sobre qualidade dos objetos ( textura, consistência, peso, tamanho, volume, temperatura).

As sensações táteis influenciam diretamente as reações ao ambiente, uma vez que, de conduta rápida, esses estímulos alertam o Sistema Nervoso Central sobre os perigos e as condições ambientais. O contato com a pele, a manipulação de objetos diferenciados, as variações de temperatura ou os estímulos dolorosos sensibilizam os receptores táteis. O Tato é um canal de aprendizagem extremamente refinado”  Momo, 2007, p.15.

a estimulação tátil pode ser feita através de dinâmicas e atividades que seguem: Explorar e realizar com destreza progressiva os movimentos refinados; fabricação e manuseio de massinha de modelar; Compreender estímulos recebidos ampliando a capacidade de percepção pelo contato físico; Explorar diferentes texturas etc

Fonte: Prefeitura Municipal de Barueri, Caderno Risoleta: Jogos e Brincadeiras. Barueri; SEI, 2004, 126p.

Revista Nova escola. Edição Especial. Fundação Victor Civita; Abril, 2006

Palestra dada por Professoras de Barueri Abril/2012 Centro de Aperfeiçoamento de Professores – CAP

Comente esta matéria:  Estimulação Multissensorial, Importância dos Estímulos Sensoriais, Sistemas          aqui no nosso Blog, Brasilfront

Assuntos do Artigo:
  • atividades multissensoriais
  • atividades multissensoriais na educação infantil

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Estimulação Multissensorial,Importância Estímulos Sensoriais, Sistemas!

1 Comentário

  1. Isabel Cristina Biondi disse:

    “A educação escolar, durante os primeiros anos, gira em torno da educação dos sentidos, que estará na base de toda a descoberta, de toda a aprendizagem”. (Teresa Lleixà Arribas, 2002).

    Essa frase justifica o objetivo da Secretaria de Educação de Barueri ao instituir, em todas as escolas de educação infantil, o Projeto de Estimulação Multissensorial.
    Elaborado pela equipe de Apoio Pedagógico da Secretaria de Educação de Barueri, o projeto visa trabalhar com as crianças os sistemas visual, auditivo, gustativo, olfativo, tátil, vestibular (responsável pela orientação e equilíbrio) e proprioceptivo (a posição das partes do corpo e o movimento que estão realizando) das crianças..
    A estimulação multissensorial consiste em um conjunto de experiências significativas nas quais vários sentidos trabalham ao mesmo tempo.
    O papel relevante que a estimulação dos sentidos desempenha no desenvolvimento infantil fundamenta-se em diferentes estudos e pesquisas sobre a criança de 0 a 6 anos. Esse conhecimento teórico nos faz compreender que os primeiros anos de vida são determinantes para o futuro desenvolvimento dos sentidos e, consequentemente, das emoções, da inteligência e da capacidade motora.
    Considerando que, o período de vida atendido pela educação infantil (0 a 5 anos) caracteriza-se por marcantes aquisições (a marcha, a fala, o controle esfincteriano, a formação da imaginação, a capacidade de se expressar etc.) que estão diretamente ligadas ao desenvolvimento dos sentidos, a escola como instituição educativa e, portanto, espaço de aprendizagem não pode descuidar desse aspecto tão importante do desenvolvimento infantil.
    Nesse sentido, quando nos propomos a educar as crianças sob a perspectiva da educação multissensorial, abre-se diante de nós um amplo campo de ação para promover experiências de aprendizagem significativas que priorizem as atividades que elas precisam realizar para aprender e, desse modo, efetivem as possibilidades de desenvolvimento.
    Portanto, esse projeto visa à quantidade e qualidade de estímulos multissensoriais proporcionados aos educandos, para que busquem um equilíbrio modulado, dando assim, uma resposta que esteja de acordo com suas capacidades e com o meio, melhorando seu desempenho no seu processo de aprendizagem.
    Tendo como objetivo geral: promover a estimulação multissensorial, através de brincadeiras e atividades lúdicas com a participação ativa da criança, aumentando assim a habilidade desta em processar informações e responder apropriadamente aos estímulos, contribuindo na organização do seu comportamento e do uso eficiente do corpo em suas ações e atividades do dia-a-dia.
    Para o desenvolvimento do Projeto se fez necessário o envolvimento de professores e gestores da todas as unidades escolares da Educação Infantil do Município de Barueri. Portanto, estruturamos nossa metodologia a partir de encontros para formação e troca de experiências com todos os profissionais envolvidos, fomentando nos educadores uma experiência educativa de sistematizar conteúdos, e tratá-los pedagogicamente, ou seja, dosá-los para cada série da educação infantil, com suas respectivas estratégias de trabalho docente.

    Isabel Cristina D. L. Biondi
    Diretora de departamento – Equipe de Apoio Pedagógico.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: