Scroll Top

Mundo Histórias e Atualidades

Eletricidade e Transformação – Comunidade Quilombolas, Rio de Janeiro

 

Notícias Importantes do Brasil

Eletricidade e Transformação chega para  Comunidade Quilombolas, Rio de Janeiro

Ilha de Marambaia onde vive uma comunidade de quilombolas...

Acredite se quiser!!!!  Numa Ilha do Rio de Janeiro, Ilha Marambaia, onde vive uma comunidade de quilombolas, a eletricidade ainda não tinha chegado até pouquíssimo tempo. Os habitantes da Ilha viviam sem eletricidade e com mais de 100 anos de atraso, a eletricidade chegou para esse povo isolado da cidade grande e tão conhecida que é o Rio de Janeiro.

Tão longe e Tão perto… Tomavam banhos gelados e muitas gerações passaram por isso, só agora é que a comunidade vai desfrutar de um banho quentinho.  Vivendo na simplicidade, pertenciam a um grupo de excluídos, sem energia elétrica.

Os quilombolas são descendentes de escravos africanos que  moram na Ilha Marambaia, no total são 360 moradores  que fazem parte dessa  comunidade quilombola no Litoral fluminense. São três gerações de uma mesma família viviam alheios a esse item básico da vida moderna.

Agora é só curtir com a chegada da energia elétrica… Os moradores já adquiriram a televisão, geladeira, casas iluminadas, etc   Com a chegada da  energia elétrica revolucionou a rotina do povoado, que traz a marca da escravidão no DNA.

Joel Rosa de Lima é um dos mais antigos moradores dessa comunidade e aos 96 anos não esquece da história de seu povo. Sua avó foi escrava nas fazendas do  comendador Joaquim José de Souza Breves, conhecido como o ”rei do café”, no Brasil Imperial e dono da Ilha Marambaia de 1856 até sua morte, em 1889 – um ano depois da abolição ds escravatura.

Segundo o advogado e pesquisador Aloysio Clemente Breves Beiler, o comendador foi o maior proprietário de escravos e terras do século XIX, chegando a ter mais de 6 mil cativos.

Desde 1971, a ilha é administrada pela Marinha do Brasil, que possui um centro de treinamento para Fuzileiros Navais, o Centro de Aviação da Ilha da Marambaia (Cadim), o qual abriga 328 funcionários.

Ilha Marambaia, Rio de Janeiro

A ilha de Marambaia fica a apenas 113 quilômetros do Rio de Janeiro, mas seus moradores viviam como no século XIX

Agora os quilombolas podem ter um pouquinho do conforto que é proporcionado pela energia elétrica.  Dependem ainda muito da ajuda da Marinha que proporciona o transporte de todos (militares e civis) até o continente. O convívio é pacífico.

Você acredita que hoje as famílias quilombolas possam viver melhor?!  A luz chegou mas as divergências continuam…

Comente aqui, Brasilfront

 

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Eletricidade e Transformação – Comunidade Quilombolas, Rio de Janeiro!

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: