Arte e Cultura

Brasil de Ouro e Diamante, Manuel Bandeira, Ouro Preto

 

Arte e Cultura  –  Brasilfront   –  Brasil de Ouro e Diamante, Manuel Bandeira, Ouro Preto

Manuel Bandeira....

Confira esta maravilha de Poesia de Manuel Bandeira sobre as belezas naturais do nosso país. Um Brasil grandioso por natureza. Com um passado, presente e futuro de muitas glórias e desenvolvimento. Temos orgulho de ser brasileiros… e você também… Comente…Brasilfront

Ouro  branco! Ouro preto! Ouro podre! de cada

ribeirão trepidamente e de  cada recosto

de montanha o metal rolou na cascalhada

para o fausto d’ El-Rei, para a glória do imposto.

Que resta do esplendor de outrora? Quase nada:

pedras… templos que são fantasmas ao sol posto.

Esta agência postal era a Casa de Entrada…

Este escombro foi um solar… Cinza e desgosto!

O bandeirante decaiu – é funcionário.

Último sabedor da crônica estupenda,

Chico Diogo escarnece o último visionário.

E avulta apenas, quando a noite de mansinho

vem,na pedra-sabão lavrada como renda,

– Sombra descomunal, a mão do Aleijadinho!

. Manuel Bandeira, Ouro preto

Fonte: Brasil O livro dos 500 anos  Caras

Gostou da bela poesia de Manuel Bandeira sobre as belezas do nosso Brasil!!!  

Comente aqui no nosso Blog, Brasilfront

 

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.